4 PESSOAS INDICIADAS E 3 TERÃO PRISÃO DECRETADA AINDA ESTA SEMANA PELO INCÊNDIO NA CÂMARA DE CRISTINÁPOLIS

0
894

A policia Civil já identificou os acusado por atar fogo nas dependências da Câmara de Vereadores de Cristinápolis, município do estremo sul sergipano. o incêndio foi provocado na madrugada do dia 12, dia em que aconteceu a votação do processo de impeachment do Prefeito Padre Raimundo.

Segundo o delegado Paulo Cristiano Alves Ricarte, responsável pela investigação, 04 pessoas já foram identificadas e ouvidas sob a acusação de terem participado do ato criminoso. Uma das pessoas ouvidas confessou a prática e com isso o delegado acredita que deve concluir o inquérito até sexta-feira.

“Nós conseguimos chegar a essas pessoas partindo de um suspeito que se acidentou no dia em que houve o incêndio e ao investigarmos confirmamos que o acidente e o incêndio estavam ligados. As quatro pessoas serão indiciadas pelo crime de associação criminosa (formação de quadrilha)”, disse ele.

O delegado Paulo Cristiano relata também ter estranha a forma como se deu o incêndio nas dependências do legislativo.

“Na manhã do crime quando tivemos acesso às dependências da Câmara estranhamos a forma como se deu o incêndio. Notamos que alguns cômodos a exemplo da plenária da Câmara, espaço soberano e onde aconteceria a sessão de cassação não havia sido atingida. Se alguém que quisesse causar um dano, atingir o símbolo do poder legislativo, por que deixaria a plenário intacta, justamente por ter desistido possivelmente por ter se acidentado lá dentro enquanto ateava fogo”, enfatizou o delegado.

Prisões

Ainda não foi realizada nenhuma prisão em decorrência das investigações sobre o incêndio. As prisões estão sendo aguardadas para esta quarta e quinta-feira.

Uma das pessoas indiciadas não será leva a prisão neste momento devido ao seu estado de saúde ser extremamente delicado neste momento, mas tão logo melhore a pessoa será encaminha a prisão por associação com o crime, revelou o delegado.

Apesar de ter certeza de que não haverá nenhuma novidade no tocante a junção ou não dos laudos pericial civil e dos bombeiros militares, o delegado resolveu esperar por eles para concluir o inquérito e divulgar os nomes.

Impeachment

Na semana passada a Justiça determinou o retorno do prefeito padre Raimundo Leal ao cargo. Os vereadores entraram com recurso para derrubara liminar que colocou o Padre de volta ao cargo de prefeito, mas o recurso foi negado pela desembargadora do estado.